segunda-feira, 23 de maio de 2011

MULHERES

Finalmente! Um dos livros mais aclamados de Charles Bukowski será reeditado. Mulheres havia sido lançado no Brasil pela editora Brasiliense em 1984. Desde então, estava esgotado e alcançava preços elevados em sebos e leilões na internet. Agora, a editora L&PM anunciou que irá publicar a obra dentro da coleção L&PM Pocket, em formato de bolso. Detalhes ainda não foram revelados, mas a capa já foi antecipada.

Mulheres foi lançado originalmente em 1978 e é um dos livros de maior sucesso de Bukowski. A obra é autobiográfica e foca uma série de relacionamentos do escritor. Causou consternação às mulheres que fizeram parte de sua vida por ter exposto situações vergonhosas e momentos íntimos. Os nomes fictícios usados por Bukowski eram elaborados a partir de jogos de letras tão ridículos que ficava fácil descobrir a real identidade das personagens. Posteriormente, todas suas antigas namoradas deram declarações furiosas sobre o livro. Apesar de lidar com as personagens femininas de um modo bastante machista, os homens em Mulheres são retratados de modo desprezível como fracos, desonestos e sexualmente inseguros.

Inspirado no Decamerão, de Boccaccio, a obra teve o título provisório de Love Tale of the Hyena. Por várias vezes Bukowski citou Mulheres como sendo seu melhor trabalho. Tendo sido publicado quase que simultaneamente com O amor é um cão dos diabos (poemas), possivelmente tenha sido seu livro de melhor desempenho em vendas na época do lançamento.

É nesse título que Henry Chinaski, alter ego do autor, cita o escritor John Fante e aponta Pergunte ao Pó como sendo um grande livro. Não seria um equívoco afirmar que esse fato resgatou Fante do ostracismo e apresentou sua obra para toda uma legião de leitores.

Charles Bukowski escreveu 6 romances e no momento apenas um está fora de catálogo no país: Cartas na Rua. O título estava disponível até pouco tempo (com sorte, ainda é encontrado na prateleira de algumas livrarias). Assim, com a publicação de Mulheres, pode-se afirmar que todas as principais obras do autor são de alguma forma de fácil acesso ao leitor brasileiro.


Texto por Jatobão Caiçaras


Parabéns Jabotão Caiçaras pela bela crítica!


A capa da nova edição foi especialmente desenhada por
Ivan Pinheiro Machado (que além de editor é artista plástico).

Parabéns pela ilustração e por mais este título no vasto catálogo da L&PM!!!


4 comentários:

  1. Sou um louco admirador do velho Bukowski, e estou louco pra ler os dois romances citados nessa postagem!

    esse blog é um dos melhores a respeito dele. Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Hello Louis Alien! Valeu pela visita no boteco! Volte sempre!

    ResponderExcluir
  3. Esse livro é demais!
    Parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  4. Me divirto muito com as mulheres de Buk

    ResponderExcluir